Douglas recorda caso de doping no Sporting: «Foi uma decisão estúpida»

Central brasileiro, que está sem clube desde 2018, procura voltar aos relvados

• Foto: Nuno André Ferreira

O defesa central Douglas está sem clube desde que saiu de Alvalade, depois de ter rescindido o contrato com o Sporting na sequência de um caso de doping, em que acusou positivo, em abril de 2017. Um episódio que o jogador recordou em entrevista à revista holandesa 'Voetbal International'.

"Cometi erros mas aprendi com eles", começa por dizer o futebolista, lembrando como a passagem por Alvalade virou um verdadeiro pesadelo

"Sentia-me um pouco pesado, estava a falar com um amigo e ele deu-me um diurético. Lembro-me que fiquei na dúvida, mas não pensei que poderia ter problemas e por isso tomei o comprimido nessa noite. No dia seguinte, tivemos um controlo antidoping no treino. Não me tinha dopado, não tinha nada a esconder", conta Douglas.

Mas havia motivos de preocupação, tal como se confirmou posteriormente. "O meu mundo desabou. Foi um pesadelo, caiu-me tudo", admite o  jogador: "A decisão de tomar o comprimido foi minha. Foi uma decisão estúpida, lamento, mas não culpo o meu amigo."

"Se tivesse ido para um clube inglês, como queria, tudo teria sido diferente", refere ainda o defesa que pretende voltar ao ativo na próxima temporada.

Por Marta Correia Azevedo
9
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0