Grupo A
Grupo B
Grupo C
Grupo D
Grupo E
Grupo F

Bruno Fernandes e o regresso a Alvalade: «Tenho boas memórias e ficou mais uma»

Médio fez dois golos na vitória sobre Israel

• Foto: Reuters

Autor de dois golos na vitória portuguesa sobre Israel, por 4-0, Bruno Fernandes assumiu que foi importante ter fechado a preparação para o Euro'2020 com um triunfo, num jogo no qual admite, ainda assim, que o importante não era o resultado, mas sim aquilo que se podia tirar do encontro pela exibição.

"O mais importante é ganhar rotinas. Foi um ano diferente, viemos à Seleção praticamente só para jogar, pois fizemos três jogos no espaço de três dias. Este foi mais um jogo para ganhar rotinas, acho que foi bem conseguido pelo resultado. Em termos de jogo tivemos bons momentos, outros menos bons, mas faz parte. Mas o resultado não era o mais importante, mas sim perceber o que está bem e mal", começou por apontar, à RTP.

Já quanto ao grupo do Euro'2020, Bruno Fernandes não quis entrar na conversa do grupo da morte e até deu o exemplo do Mundial'2018. "Se é grupo da morte ou não é difícil de dizer. No Mundial tínhamos um grupo menos forte e foi difícil passar. Todas as equipas são difíceis, é difícil lá chegar [fase final], será sempre difícil. Há sempre um grupo a fazer a diferença, é óbvio que o individual ajuda, mas só com a ajuda do grupo e nós temos de encontrar o nosso 'nós'. O mais importante é o que temos de fazer como grupo."

Regresso a Alvalade

"Sabe bem. Todos sabem da minha ligação ao clube, ao estádio. Tenho boas memórias e ficou mais uma, desta vez com camisola da seleção"

Por Record
2
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Portugal

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.