Tévez sai em defesa de Messi mas promete falar quando se... reformar

Avançado do Boca Juniors diz que não se dá bem com a Conmebol

• Foto: Reuters

Têm sido várias as vozes que saem em defesa de Messi, após a expulsão no jogo com o Chile, a contar para o 3º/4º lugares da Copa América. Desta feita foi Carlitos Tévez, em declarações a uma rádio argentina, a condenar o exagero do cartão vermelho exibido ao capitão da seleção alviceleste.

"Acho que um amarelo para os dois já estava de bom tamanho. Mas são decisões que cabem ao árbitro e não podemos entrar nesse julgamento", frisou o antigo internacional argentino, atualmente a representar o Boca Juniors, que preferiu reservar-se nos comentários. "Outra vez falar da Conmebol... Eu não me dou bem com eles e se alguém fala mal é punido. Os dois foram penáltis, contra Otamendi dão um encontrão claro", reclamou, confessando: "Quando não for jogador e me reformar, então falarei. Fazê-lo agora pode-me prejudicar e ao Boca."

Quanto ao astro argentino, Tévez mostrou-se solidário. "Não podemos ficar em casa e estarmos tranquilos. Estando aqui de peito feito para conquistar o que queremos. O Messi com a seleção quer ganhar a Copa América, eu com o Boca Juniors quero vencer a Libertadores. Dar o seu melhor até não poder mais é o mais importante."

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Copa América

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.