"Só se salvou o que não foi titular": dos elogios a João Félix às críticas à opção de Simeone

O que se diz lá fora sobre a atuação do avançado português

• Foto: Reuters

"Só se salvou o que não foi titular". É assim que o jornal 'Marca' destaca, na manchete na edição online, aquilo que o Atlético Madrid fez diante do RB Leipzig. O jogador que se salva foi João Félix. Lançado aos 58', numa altura na qual o Atlético perdia por 1-0, o português dinamizou a equipa, construiu uma grande jogada e sofreu um penálti que o próprio cobrou, isto para lá de ter assinado outras jogadas de realce.

"Teve bons minutos e deu vida à sua equipa. Não foi suficiente a sua qualidade para o Atlético", escreveu o diário de Madrid na sua análise à partida, a qual resultou numa derrota colchonera perante os alemães, por 2-1.

João Félix marcou no regresso a Lisboa, mas a festa foi alemã
Já o 'AS', outro diário da capital, diz que o português foi a "revolução a partir do banco". "Entrou no lugar de Herrera e rapidamente começou a notar-se a sua presença, aparecendo muito aberto na ala esquerda, a trocar várias vezes posição com o Carrasco e a tentar combinar com este. Fez três fintas, começou a jogar entrelinhas e fabricou a jogada do penálti que ele próprio converteu".

Já o portal 'Goal', na sua edição em espanhol, considera que o "Atlético Madrid pagou o luxo de prescindir de uma hora de João Félix". "O português foi o melhor da equipa, mas a sua grande jogada e o penálti que provocou não impediram a derrota. (...) O seu estatuto de suplente surpreendeu e a sua entrada em jogo mostrou que havia motivos para se estranhar a sua ausência", acrescenta o mesmo portal, que enaltece ainda as estatísticas positivas: rematou quatro vezes, teve 100% de acerto no passe e tocou a bola quase tantas vezes quanto Diego Costa e Marcos Llorente em todo o jogo.

O 'Sport' fala num "furacão João Félix". "O avançado português revolucionou o Atlético de Madrid e a sua entrada mudou logo o jogo com rasgos de qualidade ofensiva, conquistando um penálti após combinação deliciosa com Diego Costa que ele mesmo converteu a 20 minutos do final. (...) O Atlético Madrid sai da Champions após um jogo cinzento, só com o brilho de João Félix. Não chegou".

Para o 'Mundo Deportivo', "a entrada de João Félix mudou imediatamente a partida". "Um remate dentro da áre foi o primeiro aviso. Na segunda ação arrancou um penálti que ele mesmo converteu, sem tremer", acrescenta o diário da Catalunha.

(notícia atualizada às 23h00)

Por Fábio Lima
47
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Liga dos Campeões

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.