C•Studio
Saiba Mais

C•Studio é a marca que representa a área de Conteúdos Patrocinados do universo Cofina.
Aqui as marcas podem contar as suas histórias e experiências.

Futebol e póquer: as improváveis semelhanças e porque atrai tantos jogadores profissionais

São desportos totalmente diferentes, com regras diferentes. Mas se pensarmos no assunto mais a fundo, existem inúmeras conexões. A começar pelos grandes jogadores que se divertem nas horas vagas com o jogo de cartas.

Para os fãs e admiradores de futebol, há pouca ou nenhuma conexão entre póquer e futebol. Um jogo é disputado por um grupo de jogadores num campo ao ar livre. Já o outro é jogado por duas ou mais pessoas ao redor de uma mesa, geralmente em ambientes fechados. Embora seja difícil acreditar que existam muitas semelhanças, os dois jogos têm mais em comum do que podemos imaginar. Para começar, ambos são desafios mentais intensos que exigem estratégia avançada e natureza competitiva. É por isso que algumas das maiores estrelas do futebol mundial jogam póquer nas horas vagas. Ninguém pode confundir futebol com póquer, mas ambos recompensam as habilidades e os estilos individuais.



Surpreendentemente, o póquer é um dos jogos de cartas mais populares entre algumas estrelas de futebol. Nomes como Ronaldo, Piqué, Neymar Jr., Gianluigi Buffon, Michael Owen, entre muitos outros, não só jogam póquer como também divulgam e se envolvem em parcerias com grandes empresas do setor.



O que atrai os jogadores de futebol para o póquer?

O futebol é o desporto mais popular do mundo há décadas, enquanto o póquer alcançou a maior popularidade nos anos 2000, com a popularização da Internet e a transmissão de torneios na televisão. Jogar futebol ao ar livre com amigos já era um passatempo comum. Com a chegada do póquer, divertir-se a jogar nas mesas online ou ao vivo também se tornou uma opção hoje em dia.

Embora o futebol seja mais físico, ambos são desafios mentais intensos que exigem muita estratégia e habilidades competitivas. Os dois são altamente táticos e competitivos, com altos riscos, que exigem um nível superior de habilidade para serem bem-sucedidos.



É notório que a carreira de jogadores de futebol profissional é breve. Alguns optam por continuar a jogar em clubes menores ou passar para o cargo de técnico ou administrativo. Mas, para muitos jogadores que já passaram pelo auge do futebol, o póquer oferece a oportunidade de permanecer numa arena competitiva, em que a condição física não é da maior importância.



Não é, por isso, de admirar que muitos jogadores de futebol se tenham voltado para o póquer nos últimos anos, seja como amadores habilidosos ou mesmo como profissionais.



Mentalidade e atitude

O que têm então em comum os jogadores de futebol e os jogadores de póquer de sucesso? São jogadores que têm uma mentalidade proativa. Avançados de classe mundial como Robert Lewandowski, Cristiano Ronaldo e Lukaku estão sempre à procura de oportunidades de golo. Tentam a todo o momento ler os movimentos dos adversários, para roubar a bola e encontrar maneiras de marcar mais rápido do que os defesas possam responder. No póquer, o contacto físico não é permitido, mas é possível antecipar movimentos dos oponentes e responder com precisão.

Outra semelhança entre o futebol e o póquer: ambos são desportos fantásticos para assistir. Isso deve-se em grande parte à variedade de estilos exibidos em ambos os jogos. Sabemos bem que as equipas de futebol optam por usar estilos ofensivos e defensivos totalmente diferentes, o que ajuda a manter o jogo divertido para quem vê. Um fenómeno semelhante pode ser visto nos torneios de póquer. Numa determinada competição, é possível encontrar jogadores mais conservadores, bem como outros muito menos reservados. Os dois jogos são ainda excelentes para passar o tempo, mas também como profissão.



O póquer e o futebol são tão competitivos que apenas uma fração das pessoas no mundo se torna profissional. A maioria das pessoas contenta-se em praticar esses jogos por diversão.



Ambos são particularmente convenientes para amadores, e se o futebol é o desporto mais inclusivo do mundo, então o póquer é o jogo de cartas mais abrangente. Além disso, também o póquer atrai jogadores masculinos e femininos, de todos os cantos do mundo. Mas, tal como no futebol, nem todo o jogador profissional se pode destacar em ambos...