O nosso website armazena cookies no seu equipamento que são utilizados para assegurar funcionalidades que lhe permitem uma melhor experiência de navegação e utilização. Ao prosseguir com a navegação está a consentir a sua utilização. Para saber mais sobre cookies ou para os desativar consulte a Politica de Cookies Cofina

Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

Rafael Leão fala em "desequilíbrio comportamental de alguns dirigentes" na carta de rescisão

Lembra que cresceu em Alcochete mas diz que os valores ruíram nos últimos meses

• Foto: Paulo Calado

Rafael Leão considerou na carta de rescisão enviada ao Sporting, à qual Record teve acesso, que o seu reconhecimento e gratidão aos leões foram "abalados pelo desequilíbrio comportamental" de alguns dos agora ex-dirigentes da SAD. O jogador lembrou que foi em Alcochete que fez toda a sua formação e que ali viveu durante muitos anos.

"O signatário, oriundo de uma família humilde e pobre, integrou desde criança o centro de formação do Sporting Clube de Portugal, usualmente conhecido por "Academia de Alcochete", onde residiu praticamente até aos dias de hoje e ali fez toda a sua formação pessoal e profissional. Reconhecimento e gratidão que apenas considera abalados pelo desequilíbrio comportamental de alguns dirigentes da Sporting SAD, a que a grande instituição Sporting Clube de Portugal é alheia", pode ler-se no documento.

O jogador reconheceu "os mais virtuosos valores" do clube, mas frisou que estes ruíram nos seus últimos meses em Alvalade: "Tomando por referência os mais virtuosos valores da centenária instituição, bem como de todos aqueles que para si sempre foram ídolos, julgou nela poder continuar a crescer pessoal e profissionalmente com a necessária segurança e estabilidade. Valores que nos últimos meses viu ruir, com a certeza que com o estado atual das coisas o seu temor, medo e insegurança são irreversíveis".

Por fim, e por não acreditar mais no projeto, Rafael Leão decidiu avançar com a rescisão do contrato: "Cresceu no Sporting com o objetivo de se tornar homem, um futebolista de referência na história do clube, mas cujo projeto deixou de existir e de que já não acredita. Pelo exposto, e pese embora o grande respeito que lhe merecem os muitos sportinguistas de todo o mundo, declara o signatário resolvido o seu contrato de trabalho".

Recorde-se que o jogador não chegou a acordo com o Sporting e assinou com os franceses do Lille.

A carta de rescisão de Rafael Leão: os argumentos para deixar o Sporting
Por Luís Miroto Simões
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

M M