Record

Advogado de Bruno de Carvalho garante: «Viemos pôr tudo em pratos limpos»

Ex-presidente do Sporting com requerimento no DIAP

O requerimento do ex-presidente do Sporting Bruno de Carvalho para ser ouvido sobre a invasão à Academia do clube foi aceite pelo Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) esta quinta-feira, mas o antigo dirigente não foi ouvido. À saída do DIAP, o advogado de Bruno de Carvalho explicou aos jornalistas que não se trata de uma detenção.

"Não estamos a falar de detenção nenhuma. Parem com essas fantasias assassinas, completame perturbadoras, absolutamente irresponsáveis. Parem com isso! O requerimento que o doutor Bruno de Carvalho formulou por meu intermédio era no sentido de se pôr à disposição da Procuradoria para o que fosse útil. Havia rumores que um mandado de detenção estaria a preparar-se. Não se confirma, tanto não se confirma que estamos os dois aqui fora", afirmou José Preto.

E prosseguiu: "Já vimos que as pessoas nesta terra são detidas de forma aberrante, nada nos surpreendia... Viemos esclarecer as coisas, deixar as coisas em pratos limpos. Não fui ouvido por niguém, houve sim um despacho do senhor procurador dizendo que os autos não estavam cá. A intenção era deixar as coisas claras".

Advogado de Bruno de Carvalho
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas