Ricardo Soares: «Senti um amargo de boca»

Técnico do Moreirense diz que a sua equipa foi superior ao Paços (1-1)

Ricardo Soares não ficou satisfeito com o empate na receção ao Paços de Ferreira (1-1) lembrando que o Moreirense tem em mente vencer qualquer encontro.

"Pensamos sempre em vencer, respeitando sempre os adversários, que têm qualidade. Este também tem qualidade e está a fazer pela vida. Na segunda parte, apesar do cansaço, fruto dos jogos de quatro em quatro dias, estivemos muito bem ao nível do compromisso. Não concedemos qualquer oportunidade de golo em bola corrida, mas voltámos a sofrer de bola parada", disse na flash interwiew da Sport TV.

Ainda assim, e apesar de referir que a equipa foi superior, o técnico dos cónegos aceita o empate, admitindo que do outro lado esteve um Paços lutador.

"Senti um amargo de boca, porque, na totalidade do jogo, fomos melhores. Estivemos sempre mais perto de marcar golos. O Paços não conseguiu penetrar na nossa estrutura e isto é fruto da nossa organização. Optámos por gerir o jogo sem bola, mas foi difícil face ao desgaste energético da minha equipa e da pressão do Paços de Ferreira. Estivemos sempre coesos, mas há que dar o mérito aos adversários na bola parada. Devíamos ter ganhado, mas estou ciente de que o adversário trabalhou muito. Nesse sentido, o empate é justo".

Por Record com Lusa e Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Moreirense

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.