Raio-X ao primeiro adversário do novo campeão: Moreirense busca 2.ª melhor época da história do clube

Desde a entrada de Ricardo Soares, os cónegos só perderam em quatro ocasiões. Nos últimos 14 jogos, somam apenas uma derrota

• Foto: Pedro Ferreira

FC Porto e Moreirense defrontam-se, esta segunda-feira, em jogo a contar para a penúltima jornada da Liga NOS 2019/20. Para os dragões esta será uma partida já sem grande importância, uma vez que a conquista do campeonato já não foge aos homens comandados por Sérgio Conceição, mas o mesmo não se pode dizer para a formação de Moreira de Cónegos.

Focados em aproximar-se da melhor época desportiva de sempre do clube no primeiro escalão - alcançada na última temporada (6.º lugar, 52 pontos) sob o comando de Ivo Vieira, atual treinador do Vitória de Guimarães -, os 'pupilos' de Ricardo Soares, treinador que substituiu Vítor Campelos no comando da equipa em dezembro, demonstram, a cada jogo que passa, maior coesão e confiança no trabalho desempenhado pela equipa técnica. Os números comprovam isso mesmo.

Atualmente no 8.º lugar do campeonato, com 43 pontos, o Moreirense visita o Estádio do Dragão com a ambição de somar mais pontos a uma caminhada que tem sido bastante positiva, principalmente na segunda volta do campeonato. Até ao momento, a equipa orientada por Ricardo Soares é a terceira com mais pontos somados em campo adversário (15), ficando apenas atrás de Rio Ave (17) e FC Porto (16), sendo a única que não soma qualquer derrota.

No que diz respeito ao número de golos sofridos, o Moreirense também entra no pódio das melhores defesas da segunda volta, com 11 tentos consentidos, menos só o FC Porto (8), números que ajudam a justificar o facto de somar apenas uma derrota - por 0-1, diante do Rio Ave - nos últimos 14 jogos disputados na prova, a segunda melhor série de jogos sem perder da história do clube no principal escalão português.

Como se costuma dizer na gíria futebolística, "saber defender é uma arte", mas também é o preciso mestria para construir um ataque que garanta pontos. E, nesse aspeto, o Moreirense tem estado bem ativo, muito por culpa também de Fábio Abreu, avançado angolano que leva 12 golos apontados esta época, posicionando-se entre os melhores marcadores da Liga NOs. A formação de Moreira de Cónegos prepara-se para encerrar esta temporada com um saldo positivo entre golos marcados e sofridos, algo nunca antes conseguido na história do clube. Atualmente, a equipa liderada por Ricardo Soares soma 40 golos marcados e 36 sofridos, um saldo positivo de quatro golos, números que, comparados com a última época, ganham ainda mais significado (39 golos marcados/44 golos sofridos) na hora de definir o primeiro adversário do campeão nacional de 2019/20.

Por Sérgio Magalhães
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Moreirense

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.