José Fernando Rio: «É preciso fazer com que os sócios esqueçam elo emocional a Pinto da Costa»

Candidato pela lista C diz que gratidão não pode invalidar mudança de rumo

A carregar o vídeo ...
José Fernando Rio: «Temos de recuperar o nosso espaço»

José Fernando Rio quer quebrar o elo emocional que ainda liga os sócios do FC Porto a Pinto da Costa. O candidato pela Lista C reconhece que há razões para existir uma dívida de gratidão, mas sublinha que a mesma não pode ser motivo para travar uma "necessária" mudança de rumo. 

"Vamos à luta. Sinto que os sócios estão connosco e aceitam as ideias. Quase tudo o que propomos tem sido bem aceite. O que falta para ultrapassar a meta em primeiro é fazer com que os adeptos esqueçam o elo emocional com Pinto da Costa. Não se vota só com o coração, mas também com a razão. Se fizermos isso, estaremos perto da vitória. Existe uma dívida de gratidão, mas convém que tenham noção que isso não chega para que o clube tenha futuro. Nos últimos anos a situação ficou pior. O FC Porto estava melhor há quatro anos do que agora. O futuro está em causa se esse elo emocional não for quebrado", garantiu Rio, à margem da apresentação do programa que decorreu esta sexta-feira, no Auditório Sardoeira Pinto, no Museu do FC Porto.

Para o candidato pela lista C, é mesmo urgente mudar muitos aspetos do clube, de forma a que o clube possa aspirar voltar a vencer. 

É preciso o reequilíbrio e sustentabilidade das contas. As contas estão negativo, o futuro não é brilhante e um clube que não tenha contas equilibradas não é sustentável a longo prazo. Esta não é uma candidatura economicista. Sem as contas certas não podemos fazer nada pelo clube. Queremos equipas competitivas, apostar na formação, construir academia que dê aos jovens a possibilidade de se formarem. Estamos atrasados nesse sentido. A direção fez essa promessa há 4 anos, não cumpriu e estamos a reafirmar o projeto. Essa infraestrutura é fundamental para o futuro do clube. Sem contas não há dinheiro para pavilhões e para outras infraestruturas", apontou, deixando ainda um alerta. 

"O FC Porto arrisca-se a perder a grandeza. Para que isso não aconteça cá estamos nós. É esse vosso portismo que me motiva a avançar. Não é fácil, sentimos que há um grande adversário, não só as outras listas, mas temos mais dificuldade em passar a nossa mensagem. Mas cada dia que passa sinto que há maior abertura para as nossas ideias", referiu. 

Por Pedro Morais
2
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0