Rui Gomes da Silva pede intervenção da direção do Benfica em relação a Toni Martínez

Interrogou-se sobre "silêncio conivente com os negócios dos amigos"

• Foto: Miguel Barreira

Rui Gomes da Silva ouviu dizer que "Toni Martínez vai entrar em campo pelo Famalicão contra o Benfica e depois segue para o FC Porto". Tendo este cenário, o candidato à presidência das águias pediu "uma denúncia frontal da direção do Benfica".

"É um negócio entre duas equipas que são associadas àquela parceria estratégica com um empresário de que a direção do Benfica se orgulha (ou pelo menos se orgulhava até há poucos dias) muito de ter. Eu sei que os gurus da gestão e os tecnocratas dos camarotes de empresa não gostam de conflitualidade com os nossos adversários para poderem ir jantar ao Porto à vontade… Apesar de a muitos deles ninguém os reconhecer, porque nunca existiram no futebol português. Ainda assim, será que a direção do Benfica vai continuar com este silêncio conivente com os negócios dos amigos, em claro prejuízo do Benfica?", interrogou-se o antigo vice-presidente das águias numa mensagem partilhada no Facebook.

Gomes da Silva assumiu que a direção dos encarnados "está atulhada de preocupações e não se preocupa com o que devia preocupar, os interesses do nosso clube". "Preocuparam-se em vir reafirmar o projeto para a Europa depois de termos perdido contra o PAOK. Preocupam-se com a sua sobrevivência, mas nem uma palavra sobre o facto de que, a ser verdade esta situação de Martínez, será mais um escândalo do futebol português", criticou.

Recorde-se que Toni Martínez poderá alinhar diante da equipa de Jorge Jesus, na estreia do campeonato, já esta sexta-feira, a partir das 19 horas.

Por Flávio Miguel Silva
97
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.