Sérgio Silva despede-se da UD Oliveirense: «Não é a saída que queria nem a que merecia»

Defesa-central de 26 anos sai pela primeira vez do clube de Oliveira de Azeméis

• Foto: Ricardo Jr

Sérgio Silva, defesa-central de 26 anos, fez uma publicação na sua conta do Instagram onde assume a saída da UD Oliveirense, na sequência das declarações de Horácio Bastos, presidente do clube, publicadas por Record esta segunda-feira, onde o dirigente assumia a saída de Sérgio Silva.

Na sua despedida, o jogador diz que esta não é "a saída que queria e tão pouco a que merecia" e explicou o processo negocial que não chegou a bom porto. "Confirmo que me foi feita uma proposta de renovação mas por valores ainda inferiores aos que auferi na época que agora termina. A minha contraproposta, com um pequeno reajuste, foi rejeitada de imediato pelo clube. Esclareço que nunca pedi que me duplicassem ou triplicassem o salário porque sei bem a realidade do clube", afirmou.

É o ponto final a uma ligação de vários anos entre Sérgio Silva e a UD Oliveirense. Aliás, o jogador é natural de Oliveira de Azeméis e este foi o único clube que representou desde a formação até agora. Em 2019/20 fez 23 jogos oficiais.

Leia a publicação na íntegra:

"16 anos (sete como profissional) e 209 jogos após a estreia com a camisola da minha Oliveirense chegou a hora do Adeus.

Não é a saída que queria e tão pouco a que merecia mas saio com a consciência de dever cumprido. Suei a camisola e dei tudo por este emblema que tanto respeito e amo: o único que conheci ao longo da minha carreira.

Fui, sou e serei sempre Oliveirense.

Entre subidas de divisão e a inauguração do Estádio Carlos Osório são muitos os momentos de me ficam na memória e de que me orgulho. É o meu clube e era aqui que eu queria jogar!

Confirmo que me foi feita uma proposta de renovação mas por valores ainda inferiores aos que auferi na época que agora termina. A minha contraproposta, com um pequeno reajuste, foi rejeitada de imediato pelo clube.

Esclareço que nunca pedi que me duplicassem ou triplicassem o salário porque sei bem a realidade do clube.

Sou o primeiro a perceber as dificuldades e a dar a cara à luta nos momentos mais difíceis mas sou profissional de futebol e acredito que, com a minha entrega a cada treino e a cada jogo, mereci o respeito e consideração que infelizmente não estiveram traduzidos na proposta que me foi feita.

Saio com tristeza mas deixo bons amigos a quem agradeço por estes anos fantásticos que passei no clube a quem devo tudo.

Obrigado aos adeptos e a quem me ajudou ao longo destes anos. Espero voltar um dia e serei sempre mais um a sofrer por fora.

Até já.
Sérgio Silva"

Por André Gonçalves
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de UD Oliveirense

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.