Treinador do Cova da Piedade pediu a demissão à 2.ª jornada... e após ganhar

António Pereira diz aguardar agora por uma conversa com o presidente para definir o seu futuro

• Foto: Cova da Piedade

O treinador do Cova da Piedade, formação da 2.ª Liga de futebol, está demissionário há uma semana e aguarda por uma conversa com o presidente para definir o seu futuro, revelou este sábado o técnico.

António Pereira, 'Toni Pereira', como é conhecido no mundo do futebol o treinador, anunciou hoje, após a vitória 3-1 sobre o Sporting da Covilhã, ter apresentado a demissão no dia 12, ainda antes da estreia no campeonato.

"Quero dizer que apresentei no sábado o meu pedido de demissão", informou Toni Pereira, durante a conferência de imprensa no final da partida na Covilhã.

O técnico, que começou a treinar o emblema de Almada em 26 de agosto, frisou que pretende "falar com a administração sobre alguns aspetos sobre os quais o Cova da Piedade precisava melhorar".

Em causa, estão "aspetos organizativos", segundo Toni Pereira, que, após a vitória em casa do Sporting da Covilhã sublinhou ter um "plantel curto" e muito desfalcado, especialmente no meio campo e na defesa.

"Entretanto, não houve essa oportunidade de falar com o presidente. Vamos ver amanhã (domingo) se consigo falar com ele", adiantou o treinador. "Não foi possível hoje, pensei que fosse, vamos amanhã tentar ver isso", acrescentou.

O treinador que sucedeu a João Alves orientou o Real e o Loures na última época, ambos no Campeonato de Portugal.

Toni Pereira soma na 2.ª Liga de futebol uma derrota em casa frente ao Mafra (4-0) e uma vitória sobre o Sporting da Covilhã (3-1), ocupando o nono lugar na tabela classificativa.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Cova da Piedade

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.