Inédito para o cinema português: Filme "Ice Merchants" de João Gonzalez nomeado para os Óscares

Candidato ao prémio de melhor curta-metragem de animação

A curta-metragem de animação "Ice Merchants", de João Gonzalez, está nomeada para os Óscares, o que é inédito para o cinema português, segundo a lista de nomeados esta terça-feira anunciada.

Pela primeira vez, há um filme de produção portuguesa a integrar os nomeados para os Óscares, com "Ice Merchants", realizado por João Gonzalez, candidato ao prémio de melhor curta-metragem de animação.

Além de "Ice Merchants", na corrida a uma nomeação estavam também "O homem do lixo", de Laura Gonçalves, na categoria de melhor curta de animação, e "O lobo solitário", de Filipe Melo, para o Óscar de melhor curta-metragem, em imagem real.

"Ice Merchants" é o terceiro filme de João Gonzalez, tem produção portuguesa de Bruno Caetano, pela Cola Animation, e coprodução com França e Reino Unido.

Os nomeados para os Óscares 2023

O filme, sem diálogos, tem como ponto de partida a imagem de uma casa numa montanha, debruçada num precipício. A partir daí, o realizador desenvolveu a história de um pai e um filho, que produzem gelo na casa inóspita onde vivem, e de onde saltam todos os dias de paraquedas para o vender na aldeia, no sopé da montanha.

João Gonzalez assina a realização e a banda sonora do filme e divide a animação, em 2D, com a polaca Ala Nunu.

Antes de chegar às nomeações dos Óscares, "Ice Merchants" teve uma estreia premiada em 2022 na Semana da Crítica no Festival de Cinema de Cannes, em França.

De acordo com a Agência da Curta-Metragem, o filme de João Gonzalez já passou por mais de uma centena de festivais de cinema, obteve 44 prémios e foi visto por 8.425 espectadores.

A cerimónia da 95.ª edição dos Óscares está marcada para 12 de março.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Fora de Campo

Diabolik, o último padrinho da máfia siciliana

Um dos homens mais procurados do mundo e o mais procurado pela justiça italiana, Messina Denaro, foi apanhado numa clínica de Palermo em meados de janeiro. Aproveitemos para espreitar para dentro da história recente da máfia da Sicília

Notícias